O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Tomate
O tomate é boa fonte das vitaminas A, B e C, e de sais minerais como Fósforo, Ferro, Potássio e Magnésio. Contém baixo teor de calorias. A vitamina A é indispensável para a normalidade da vista, mucosas e pele, auxilia o crescimento e evita infecções. As vitaminas do complexo B ajudam na regularização do sistema nervoso e aparelho digestivo, tonificam o músculo cardíaco, colaboram para a pele e para o crescimento. Já a vitamina C, principal componente do tomate, dá resistência aos vasos sanguíneos, vitalidade às gengivas.
Pimentão
O pimentão é uma boa fonte de vitamina C, contendo ainda vitamina A e pequenas quantidades de Cálcio, Fósforo, Ferro e Sódio. A vitamina C dá resistência aos vasos sanguíneos, evita fragilidade dos ossos e má formação dos dentes e age contra infecções. Esse legume é excitante da digestão e constitui-se num bom remédio contra hemorróidas. Por todas as suas características é bom para a pele, unhas e cabelos.
Quiabo
A vitamina C contida no quiabo não é aproveitada pelo organismo porque se perde no cozimento. No entanto, essa hortaliça é rica em vitamina A, boa para a pele, mucosas em geral e para a vista. Por conter vitaminas que fazem parte do Complexo B, o quiabo ajuda no processo de crescimento. E seus sais minerais, como Cálcio, Fósforo, Ferro e Cobre ajudam na formação dos ossos, dentes, sangue, além de fornecerem energia para o corpo todo.
Pimenta
A pimenta vermelha traz vários benefícios à saúde sendo necessário apenas uma colher de sopa por dia para colher seus benefícios, esta pode ser misturada nos alimentos. A pimentas auxilia na aceleração do metabolismo, contribui para o emagrecimento visto que ajuda na eliminação de gordura, também reduz a TPM, ajuda na prevenção das varizes.
Abobrinha Italiana
A abobrinha Italiana é comum no mercado brasileiro: com o fruto alongado sem pescoço. As cores vão do verde bem claro, quase branco, até verde médio com faixas de cor verde mais escuro. Os frutos são muito sensíveis e se machucam com facilidade, apodrecendo rapidamente nas partes machucadas. Por isto, escolha-os com cuidado, sem apertá-los ou danificá-los com as unhas.
Pepino
De fato, é pouco tolerado por certas pessoas, mas não pela maioria. E não tem nada de venenoso. Aliás, algumas saladas clássicas feitas com ele levam molhos lácteos, com iogurte ou creme azedo. Ingrediente refrescante e pouco calórico, é usado principalmente cru, com ou sem casca e sementes, mas também pode ser grelhado, cozido no vapor, aferventado ou combinado com outros legumes, em sopas.
Jiló
Bastante popular pelo seu gosto amargo. Semelhantemente à berinjela, sua origem é desconhecida, mas pelo fato do fruto ser abundante no Brasil e na África, provavelmente seja proveniente dessas regiões. O jiló é uma boa fonte de cálcio, fósforo e ferro. Com um baixo teor calórico, o fruto também possui significativas quantidades de vitaminas A, B e C. O fruto é consumido cozido e somente antes de seu amadurecimento.
Abobrinha Brasileira
Como as outras abóboras, a abobrinha brasileira é da família das cucurbitáceas. Para pesquisadores, os frutos dessa família começaram a ser cultivados não pela polpa, mas pelas sementes comestíveis, já que as espécies nativas se constituem praticamente de casca e sementes. As espécies conhecidas e cultivadas hoje, com frutos carnosos, teriam resultado de mutações e seleções naturais feitas pelo homem, que passou a apreciar os frutos de polpa espessa.
Tomate Cereja
Originário de regiões andinas, na América do Sul. Dessas regiões foi provavelmente levado, em épocas remotas para o México e de lá para a Europa pelos espanhóis durante o Século XVI. Foi considerada planta decorativa e era chamada de maçã do amor envenenadas no norte da Europa, onde temia-se que o veneno contido em suas folhas estivesse presente também no fruto. Neste período, os espanhóis e italianos descobriram que, na verdade, os tomates eram comestíveis e, quando emigraram para outros países.
Berinjela

Planta natural das zonas tropicais da Índia e da China. Foi introduzida no Brasil no século XVI pelos portugueses. RICA EM -Vitamina A, B1, B2, B5, C, potássio, fósforo, cloro, cálcio, sódio, ferro, magnésio enxofre. Utiliza-se nas inflamações dos rins, da pelve, renal, da bexiga e da uretra, bem como na blenorragia e na supressão da urina. Oxidante, remineralizante, alcalinizante, calmante, digestiva, nutritiva e laxante.

Av. Doutor Gastão Vidigal, 1946 Pav. APF. Box's 216-217-218- 219a, Mod. 420